segunda-feira, 1 de julho de 2013

Estrada de Ferro troca dormentes "Só os muito podres estão sendo substituídos"

Fonte citada abaixo 

A Estrada de Ferro Campos do Jordão, que foi alvo de críticas na edição passada, por problemas relacionados a falta de manutenção, iniciou esta semana um mutirão para troca de dormentes na área urbana de Campos do Jordão. Nossa reportagem percorreu alguns trechos em obras e observou duas situações que merecem algumas reflexões:
Dormentes completamente podres
1) Os dormentes que foram substituídos há muito deveriam ter sido trocados. Basta olhar para eles para perceber que não servem nem mesmo para lenha, tal o adiantado estado de decomposição que se encontram. Se esfarelam com facilidade (ver foto). Não é preciso ser técnico para perceber que há muito deveriam ter sido substituídos, comprometendo a segurança.
2) Nos locais onde foram substituídos dormentes, observa-se 
também, que há falhas.Aparecem seqüências de dormentes novos trocados, em meio a outros bem estragados. Um fato é claro: quando se substituem peças de segurança, deve-se substituir todas, porque as que não estão nas mesmas condições, certamente terão um desgaste mais acelerado, provocando aumento de carga nas novas, que por sua vez não deverão ter a a duração prevista. Resultado, maior custo de mão de obra; maior custo de material e, principalmente, menor qualidade ao sistema de segurança como um todo.
Sobre a reportagem apresentada na última edição, quando denunciamos que a Maria Fumaça acidentada, que teve o eixo dianteiro partido, fôra pela corrosão e fadiga do material (original) com mais de 100 anos, tivemos do Sr. Pedro Ribeiro, da Assessoria de Comunicação, a confirmação: "foi mesmo fadiga do material, havia corrosão, mas a culpa é de quem alugou a máquina para a Ferrovia, que disse estar ela revisada e em 
ótimas condições".   
Nota: De nossa parte discordamos; entendemos que cabe à Estrada de Ferro a responsabilidade pelos equipamentos que utiliza e coloca à disposição dos usuários. Ao adquirir ou locar um equipamento, no caso a "Maria Fumaça Vovó Hortênsia", a EFCJ assume a responsabilidade pelo serviço prestado e nele há que incluir o fator segurança, que é fundamental.

Google+ Followers

Contato

Escritorio Diadema - SP | Fones: (011 ) 40551239 |(11) 4044 - 5570 | Nextel: (11) 7738 - 6060
ID: 9*95818
MSN Atendimento Online: florestarm@hotmail.com
Skype: rogerio.pascon1
dep.floresta
florestarm