terça-feira, 7 de março de 2017

Como Usar Dormentes de Madeira em Reformas Ferroviarias

Os dormentes de Madeira nas Ferrovias


O fato é que hoje a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) é um dos principais clientes do Grupo Tejofran. Prova disso é participação da empresa no Consórcio Linha Leste, onde é responsável pela execução das obras de manutenção preventiva, corretiva e emergencial da Linha “E” da CPTM (Brás – Estudantes) e, de acordo com o engenheiro Mauro Caetano D`Almeida, representante da Tejofran no conselho de administração do consórcio, o projeto envolve duas fases, sendo que a primeira delas já foi concluída. “Durante os três primeiros anos, o foco do trabalho foi a restauração da linha. Precisávamos colocá-la em condições normais, e obtivemos sucesso”, explica.
Já a segunda fase consiste na manutenção propriamente dita, realizada 24 horas por dia. São executados serviços de manutenção da superestrutura envolvendo fornecimento e substituição de dormentes, trilhos, fixações, lastro, juntas, soldas, pára-choques e aparelhos de mudança de via. Na infra-estrutura são executados serviços de limpeza e construção de canaletas, drenos superficiais e profundos, canais, passagens de nível, cortes, aterros, contenções, capina e roçada.
Para execução desses serviços, o Grupo Tejofran conta com mão-de-obra própria e equipamentos como locomotiva, vagões de serviços, máquina socadora e reguladora de lastro, caminhão de linha, veículos rodoviários e outras máquinas leves de via.

Fonte:http://www.tejofran.com.br/ferrovias/noticia_viagem.html

Google+ Followers

Contato

Escritorio Diadema - SP | Fones: (011 ) 40551239 |(11) 4044 - 5570 | Nextel: (11) 7738 - 6060
ID: 9*95818
MSN Atendimento Online: florestarm@hotmail.com
Skype: rogerio.pascon1
dep.floresta
florestarm